As Piscinas Municipais interiores de Barcelos, encerradas desde março devido à pandemia da COVID-19, vão reabrir a partir de segunda-feira, dia 12 de outubro, encontrando-se já a decorrer o período de inscrições.
A atividade do equipamento cumprirá rigorosamente as orientações da Direção Geral de Saúde, nomeadamente em matéria de higienização dos equipamentos e espaços, proteção individual e distanciamento físico, no sentido de salvaguardar as condições de segurança para todos os utilizadores e de segurança sanitária.
Em virtude das alterações ao funcionamento das piscinas, que o contexto da pandemia da COVID-19 obriga, foi necessário reformular o horário, o mapa de aulas e a sua duração e também o número máximo de alunos por turma.
De acordo com as recomendações da Direção Geral de Saúde e de modo a evitar aglomerados, as inscrições devem ser feitas preferencialmente através do formulário online, apenas sendo aconselhável que se desloque à secretaria das Piscinas quem não tenha possibilidade de efetuar a pré-inscrição online. Para efetuar a inscrição online, deverá aceder ao site do Município em https://www.cm-barcelos.pt/viver/desporto/reabertura-das-piscinas-municipais-interiores/
Importa salientar que devido ao elevado número de inscrições e submissão das mesmas, a frequência nas aulas só será viabilizada após um contacto via sms por parte dos serviços das Piscinas.
O plano de reabertura prevê a retoma das aulas de natação de crianças (dos 7 aos 14 anos) e adultos com autonomia dentro de água (não necessitando de auxílio com contacto físico por parte do professor), de aulas de grupo como hidroginástica e atividade aquática e de bebés. Para as novas turmas, as aulas serão uma vez por semana num período de 40 minutos.
É permitida a utilização dos balneários, mas deverá ser o mais rápida possível; o uso de máscara é obrigatório, sendo apenas dispensada para a realização da aula; é obrigatória a , utilização de calçado nos chuveiros, nas instalações sanitárias e nas áreas de circulação do recinto, cumprir a etiqueta respiratória e respeitar a sinalética existente no local.
Estas regras serão devidamente afixadas no recinto e deverão ser cumpridas por todos os que tenham acesso às piscinas interiores.
O Município pretende que este equipamento continue ao serviço de todos os cidadãos, reconhecendo a sua importância para a saúde e bem-estar físico e para o apoio às atividades das suas instituições, assim como dos utilizadores em geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here