Manuel Mota: Barcelos investirá 3 milhões de euros em ciclovias e terá 500 bicicletas elétricas (com vídeo)

398

Assembleia Municipal de Barcelos: “Barcelos investirá 3 milhões de euros em ciclovias e terá 500 bicicletas elétricas” Segundo o Deputado Socialista Manuel Mota

A Assembleia Municipal de Barcelos ficou marcada pela intervenção do Partido Socialista, no período de antes da ordem do dia, sobre mobilidade no Concelho. Manuel Mota, deputado municipal do PS explicou que o município de Barcelos finalizou um projeto de cerca de 3 milhões de euros para a construção de ciclovias e a melhoria das condições operacionais e de rebatimento dos transportes públicos. Investimentos que contemplarão, ainda, o alargamento das linhas do BARCELOS BUS, com mais 5 percursos e a aquisição de sistemas de passadeiras inteligentes em vários pontos do concelho.

Segundo Manuel Mota, “nesses locais, será proporcionado o parqueamento seguro das bicicletas, e haverá um pequeno edifício (bar/quiosque) que dispõe de instalações sanitárias. Procurando-se que esses pequenos edifícios ficassem bem integrados em espaço público da cidade e que se tornem, com naturalidade, num ponto de encontro dos cidadãos e utilizando as tecnologias mais avançadas da atualidade. Esses pequenos edifícios, pela sua forma e cor, poderão tornar-se uma imagem de marca da nova estratégia de Mobilidade da cidade, aparecendo pontualmente nas ruas de Barcelos, contribuindo assim para captar novos utilizadores para estes modos de transporte mais sustentáveis.” Sendo que estes elementos fazem parte do Estudo “Mobilidade em Barcelos”, que serviu de base para a implementação do Barcelos Bus e será complementado pelo PMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável.

Também no período de antes da ordem do dia foram aprovadas moções da CDU e do Bloco de Esquerda, a primeira referente à melhoria das condições laborais dos auxiliares educativos e a segundo referente à regionalização, tendo sido chumbada a parte dessa moção referente à eleição dos Presidentes das Comissões de Coordenação Regional.

Na ordem do dia foi aprovada mais uma revisão orçamento e o contrato-programa entre o município de Barcelos e a Empresa Municipal de Educação e Cultura.

A Assembleia voltou a abordar as questões relacionadas com o rio Cávado, nomeadamente o conflito existente com a família Norton que, segundo o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, levou ao congelamento das verbas destinadas à conclusão do projeto da EcoVia do Cávado que também abrange o Município de Esposende.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here