Público em Prova de Hipismo em Esposende causa polémica

540

No passado domingo, dia 13 de setembro, e a apenas 2 dias da entrada em vigor novamente do Estado de Contingência, fruto do acentuado aumento de casos da Covid-19, realizou-se em Esposende uma prova de Hipismos, com forte apoio da Câmara Municipal de 18.750,00€ e bancadas cheias.

Com transmissão em direto na SportTV5, a prova foi tema em todo o país, não pelas razões que devia, as desportivas, mas pelo muito público a assistir. Aliás, disso mesmo fazia destaque o comentador da estação de televisão, no início da transmissão.

Também durante a transmissão, Benjamim Pereira, presidente da Câmara Municipal de Esposende, aos microfones da SportTV, quando questionado pelo sucesso, “pelo menos ao nível do público”, mostrava-se satisfeito apesar de todas “as limitações que temos em termos de acesso de público face ao estado de pandemia”. Na mesma intervenção, afirmava Benjamim Pereira que “houve um cuidado muito grande na organização e planeamento deste evento”, rejeitando a perspetiva de “alguma anarquia na entrada do espaço” e garantindo que todas as regras estariam a “cumprir todas as regras”.

Na segunda-feira, durante a habitual conferência de imprensa do Secretário de Estado da Saúde e da Diretora Geral da Saúde, Graça Freitas garantiu que “a prova não pediu nenhum tipo de parecer a nenhuma autoridade de saúde”. Afirmou ainda Graça Freiras que “não era suposto que a prova tivesse público ou que pelo menos tivesse público sem que as autoridades de saúde fossem consultadas”. Terminou dizendo que “nas orientações que existe não está previsto público para este tipo de prova”.

Graça Freitas afirmou ainda aos jornalistas que o assunto será tratado noutra sede, por forma a apurar o que se passou, mas sendo Benjamim Pereira, líder da Proteção Civil no concelho de Esposende, a forma como decorreu o evento (na sua presença) e as suas declarações à SportTV5, apenas poderão ser entendidas num contexto de total desconhecimento das regras sanitárias ou num contexto de «eu quero, eu posso, eu mando.» Decida o leitor…

Certo é que uma prova que desportivamente teria tudo para ser um bom cartão de visita para o concelho, fruto de uma qualidade e organização, gabadas por todos os intervenientes, acaba por ser notícia pelos piores motivos.

Veja no vídeo as intervenções de Benjamim Pereira e Graça Freitas.

Público em prova de Hipismo em Esposende

Incompetência ou Arrogância?

Publicado por N Semanário em Terça-feira, 15 de setembro de 2020

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here