A Segurança Social paga, esta quinta-feira, o complemento de estabilização aos trabalhadores que estiverem em lay-off e que, por isso, sofreram cortes salariais, nos últimos meses. De acordo com o Ministério do Trabalho, dos mais de 800 mil trabalhadores que foram abrangidos pelo referido regime, cerca de 468 mil vão receber este apoio, que varia entre 100 euros e 351 euros.

“O apoio não está sujeito a qualquer requerimento. Este apoio é pago pela Segurança Social no mês de julho de 2020 de forma automática e oficiosa. O trabalhador deve ter o IBAN registado na Segurança Social. Caso ainda não tenha o IBAN registado, deve proceder ao seu registo através da Segurança Social Direta, no menu Perfil, opção Conta bancária“, explicou também a DGERT.

De acordo com o Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), o Estado irá gastar cerca de 70 milhões de euros com o complemento de estabilização. Ou seja, em média, cada trabalhador receberá 150 euros na conta bancária, esta quinta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here