Encerramento definitivo nunca esteve em causa

Face à recente manifestação pela reabertura das Unidades de Saúde do concelho que ainda se mantêm encerradas por força das obrigatórias alterações decorrentes da pandemia por Covid-19, o Município de Esposende esclarece que está a acompanhar de perto a situação e assegura que nunca esteve, nem está, em causa o possível encerramento de qualquer uma das Unidades de Saúde.

Atendendo aos constrangimentos provocados pela pandemia, o Agrupamento de Centros de Saúde do Cávado III Barcelos/Esposende (ACES Cávado) foi obrigado a efetuar uma reorganização interna profunda, no sentido de permitir a melhor prestação de serviços possível à população, garantindo as necessárias condições de segurança a todos os utentes e também a todos os profissionais.

Assim, e por razões que se prendem com tal facto, foi necessária a adoção de medidas extraordinárias, como informou, em comunicado, no passado dia 5 de junho, o Diretor do ACES Cávado: “neste momento, estamos a trabalhar com as Equipas das Unidades de Saúde e com a ARS Norte na construção e implementação do plano de retoma da prestação de cuidados nas Unidades do ACES. Estamos a construir a melhor resposta para que seja garantida a prestação de cuidados em segurança, dos utentes e dos profissionais”.

No âmbito do processo, no qual também as Juntas de Freguesia foram sempre informadas, importa realçar que a situação merece total compreensão por parte do Município, verificando-se estar em fase final de concretização a contratação dos recursos humanos necessários para que a reabertura das Unidades de Saúde ocorra já no próximo dia 29 de junho, com a garantia das condições de segurança necessárias. Até lá, a Câmara Municipal sensibilizará a equipa do ACES para que o atendimento dos utentes se processe da melhor forma possível, indo ao encontro das suas expetativas.

Importa referir que a Câmara Municipal, numa perspetiva de apoio a toda a comunidade, tem disponibilizado circuitos de transporte que abrangem todo o território concelhio, assegurando a deslocação dos utentes que necessitem à Unidade de Saúde de Esposende, a única que se manteve sempre em funcionamento durante este período. Do mesmo modo, as IPSS do concelho também têm tido o cuidado de apoiar a comunidade mais idosa no transporte, sempre que solicitada a sua colaboração e identificada a necessidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here