Quinta-feira, 22 Fevereiro 2024

#informaçãoSEMfiltro!

O CDS-Barcelos, apresentou em reunião de câmara, propostas no âmbito da infeção pandémica ‘‘Covid19’’

O CDS Barcelos tem acompanhado de forma permanente a evolução da situação pandémica e as medidas entretanto colocadas em ação, sequência do estado de emergência que vigora no território nacional desde 19 de março. Com o prolongamento do estado de emergência, mas também um progressivo atenuar das medidas de contenção, impõe-se a tomada de medidas que evitem uma segunda vaga de infecção pandémica. O plano de preparação do futuro deve ser feito garantindo todas as condições de segurança, de forma a assegurar a saúde dos cidadãos, mas preparando respostas sociais e económicas que façam um aplanar das curvas de dificuldade que teremos nos próximos tempos. É essencial preparar o regresso às escolas dos alunos do secundário que exige medidas concretas com vista a que tudo ocorra de maneira segura. Nesse sentido propomos:

  • a distribuição massiva de equipamentos de proteção individual pela comunidade escolar: alunos, professores e assistentes operacionais;
  • a colocação de dispensadores de desinfetante nos locais que prestam serviço público nas localidades, como, CTT, Juntas de Freguesia, pontos de atendimento ao cidadão e levar a cabo a sensibilização de todos os comerciantes de bens essenciais a fazê-lo, de forma a reforçar a sua própria segurança e a dos seus clientes;
  • a monitorização da temperatura de todos os que acedam aos estabelecimentos de ensino, à entrada e saída, com equipamentos “contactless” a realizar por funcionários, por forma a evitar possíveis contágios, assegurando que quem apresente febre não frequente a escola;
  • a promoção, a partir do mês de maio, de testes de imunidade ao maior número possível de barcelenses ,bem como a distribuição de máscaras comunitárias, para que a retoma da atividade se possa fazer com a maior segurança possível;
  • monitorização por parte das autoridades de Saúde e da Segurança Social de todos os lares de idosos e de estruturas de apoio à deficiência, promovendo testes e acompanhamento médico permanente de forma a evitar futuros contágios e sobretudo complicações no estado de saúde dos utentes destes estabelecimentos de cariz social relevante, exigindo-se meios de reposta rápida e eficiente e se necessário a sua transferência para as estruturas que foram especificamente criados para esse efeito, ainda que de forma temporária;
  • promover um plano de ação para que todos os que por dificuldade social, e tendo sido acometidos pela doença, possam ser albergados nos centros de retaguarda, criados pela Câmara Municipal em resposta à pandemia, quer por inexistência de condições na sua residência quer por efetiva possibilidade de contágio de familiares que integrem grupos de risco.

O CDS Barcelos continuará a trabalhar no acompanhamento da dando acrescento político e social às medidas que sejam adotadas nesta fase da nossa vida coletiva.

outras notícias

Seguros dos Bombeiros Voluntários suportados pelo Município até 2026

Foi aprovado esta manhã em reunião de câmara, a proposta de financiamento de todos os encargos financeiros relativos aos seguros de acidentes de trabalho,...

Desfile de Carnaval infantil adiado para 16 de fevereiro

O Município de Esposende anunciou hoje o adiamento do Desfile de Carnaval “Fantasia Ambiente 2024”, para a próxima sexta-feira, dia 16, pelas 10 horas,...

SIPE Barcelos/Esposende organiza amanhã Seminário “Municipalização e/tem Futuro!?”

O Sindicato Independente de Professores e Educadores (SIPE) vai organizar amanhã, sábado, 27 de janeiro, das 14h às 18h, um Seminário de curta duração...

Hoje A TERRA TREME às 11:14

A TERRA TREME é um exercício nacional de sensibilização para o risco sísmico promovido anualmente pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), em colaboração...